How will the new World of Warcraft: Cataclysm?

Ir em baixo

How will the new World of Warcraft: Cataclysm?

Mensagem  Admin em Sab Jun 19, 2010 9:20 pm

The world that you know no longer exist. Deathwing is back!
Expansions, especially in MMORPGs, are always awaited already that modify considerably the World game when adding a large amount of new content. But Cataclysm, Blizzard promises to do more: everything that you know will be changed; gnomish plague will never be the same.

The third expansion pack for world of Warcraft was announced on 21 August, during Blizzcon — as noticiamos in Ottawa. And, as always, the amount of information was simply too big to condensarmos in only one article. Therefore, prepare: the very foundations of the universe Iran chacoalhar with the return of Deathwing!


As regards visual, everything follows the theme of the round Deathwing caused destruction not via a long time ago. Entire Areas are modified, swamped separated, devastated ... But there will also be new life emerging in some places thanks to the action of some other agents. A striking example is the Barrens in Division two, North and South.

A great chasm of lava divided zone, causing a considerable differentiation. The area around Wailing Caverns now is verdant thanks to the action of druidas, while other parts are more wasteland than ever.

The system of phasing is widely used to tell the tale. An example is a zone that is progressively invaded by the waters of the Ocean as the player progresses in the weft. This system modification scenarios that we've seen in action in Northrend — as in series of quests of Argent Crusade — has been enhanced and now you can modify the land much more significant.

Already in the functional aspect, which sees is a reformulation of several of the concepts that were fixed. The level of zones changed, i.e., whether a place possessed quests for players from 10 to 20 levels, it may be that in expanding it houses the 30 to 40. Have not been revealed yet specific modifications, but we can expect an experience of "leveling" completely new, since everything is changed!

As a result of these changes, new quests and probably see that leverage the concepts introduced in recent years, several mechanical game previously exclusive to the locations of expansions and the successful experiments of previous patches.

A good example is the initial area of Death Knights, which puts the player into a series of quests to get rid of the influence of the Lich King and join the armies of the Horde or the Alliance. The same concept applies to initial areas of Goblins and Worgens — the new breeds of expansion, more details below — to explain how they fit in the context of the game much more imersiva than the Vista with Draeneis and Blood Elves.

This recasting of the contents of the WoW Classic — the name usually given to the part of the game that existed before the expansions — goes even beyond the zones: several of the old antagonists return, as Ragnaros and Nefarian, to once again take the sleep of players looking for ways to defeat them. In addition, Shadowfang Keep win Deadmines and Heroic versions for level 85.

New characters and redesigned the big news is undoubtedly the introduction of two new races in the game: Goblins for Horde and Worgens for the Alliance. These breeds fall within a context of despair that takes account of the world on behalf of the intervention of Deathwing, and they inevitably are forced to seek allies to survive.

The Goblins are islands near the Maelstrom as náufragos install in Lost Isles coasts of Azshara. Due to their nature, they immediately try to adapt the works to their needs, dinamitando mountains and estabalecendo a trade with the neighbors. Homeless, without handkerchief and no document, should try to life now in a continent already seriously disputed.

The Worgens are a cursed people. The old inhabitants of Gilneas, which is closed to the world behind the Greymane Wall during the second war, now reappear completely modified: in combat, resemble werewolfs. Trying to fight for survival while fighting beast inside, they came to old allies.

Looking at these two races, we see an interesting concept. Both were part of the factions that have joined in the past. In Warcraft II, the Goblins belonged to the Horde and the human Gilneas belonged to the Alliance. Worth noting also that still exist goblins neutral — these are just a faction among them.

More content that can be digested in addition to these main aspects that we just watching trailers and images Cataclysm, all gaming systems are being redesigned. A tremendous amount of content will be inserted, since there is no new classes to upset the balance of the game. According to its own developers, it is not only the world of gnomish plague that is completely remodeled, but also the gaming experience.

Levels for guilds; a new secondary profession (Archaeology); consolidation of attributes; new combinations of class and race; battlegrounds with rankings; the ability to fly in gnomish plague; maximum level increased to 85; new schema evolution character through Masteries and path of the Titans.

These are just some of the systems that are introduced or overhauled. For example, the class Hunter even use mana in expansion! Your system can be changed to focus, the same used by your "pets". Warlocks will have their Soul Shards changed to work similarly to runas death Knights, and much more!


For simplicity, suffice it to say that the game will be the biggest change that has already received. Number of requests from fans will be met and, more generally, what you see is a search for consolidation and convenience within the title. Certainly something that fans should give, as the estimated date nears, next year.




It is worth mentioning also that recently revised EGW announced that the coming of WOW to Brazil is confirmed. With this, we can begin to speculate: before or after the launch of this expansion pack? Would certainly be an entry dramatic way in the country if both events coincide.



Ads Google WoW Gold-full Stock www.wowgold-eur.com Direct Selling From EUR Team More stock, Faster than ANYONE!
WoW leveling 70-80 $ 79.99 www.lelelink.com Fast, safe & Reliable 24/7 Service Only $ 160 from Level 55-80 & Mount


Última edição por Admin em Dom Jun 20, 2010 3:29 am, editado 1 vez(es)

Admin
Admin

Mensagens : 146
Data de inscrição : 19/06/2010

Ver perfil do usuário http://wow2010.forumeiro.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Como será o novo World of Warcraft: Cataclysm?

Mensagem  Admin em Sab Jun 19, 2010 9:21 pm

O mundo que você conhece não mais existirá. Deathwing está de volta!
Expansões, especialmente em MMORPGs, são sempre muito aguardadas, já que modificam consideravelmente o mundo de jogo ao adicionar uma grande quantidade de conteúdo novo. Mas em Cataclysm, a Blizzard promete fazer muito mais: tudo aquilo que você conhece será alterado; Azeroth nunca mais será o mesmo.

O terceiro pacote de expansão de World of Warcraft foi anunciado no dia 21 de agosto, durante a Blizzcon — como noticiamos no Baixaki Jogos. E, como sempre, a quantidade de informações foi simplesmente muito grande para condensarmos em apenas um artigo. Portanto, prepare-se: as próprias fundações do universo irão chacoalhar com o retorno de Deathwing!


No que diz respeito aos visuais, tudo segue a temática de que a volta de Deathwing causou uma destruição que não se via há muito tempo. Zonas inteiras serão modificadas, alagadas, separadas, devastadas... Mas também haverá vida nova surgindo em alguns lugares graças à ação de alguns outros agentes. Um exemplo notável é a divisão de Barrens em duas, norte e sul.

Um grande abismo de lava dividiu a zona, causando uma diferenciação considerável. A área em torno de Wailing Caverns agora é verdejante graças à ação dos druidas, enquanto outras partes estão mais desertas do que nunca.

O sistema de phasing será amplamente utilizado para contar a história aos jogadores. Um exemplo é uma zona que é progressivamente invadida pelas águas do oceano conforme o jogador progride na trama. Este sistema de modificação dos cenários, que já vimos em ação em Northrend — como na série de quests da Argent Crusade — foi aprimorado e agora pode modificar os terrenos de forma muito mais significativa.

Já no aspecto funcional, o que se vê é uma reformulação de vários dos conceitos que nos eram fixos. O nível das zonas mudou, ou seja, se um lugar possuía quests para jogadores de níveis 10 a 20, pode ser que na expansão ela abrigue os de 30 a 40. Não foram reveladas ainda as modificações específicas, mas podemos esperar uma experiência de “leveling” completamente nova, já que tudo será alterado!

Como consequência destas mudanças, provavelmente veremos quests novas e que aproveitam os conceitos introduzidos nos últimos anos, várias mecânicas de jogo previamente exclusivas aos locais das expansões e os experimentos bem-sucedidos de patches anteriores.

Um bom exemplo é a área inicial dos Death Knights, que coloca o jogador em uma série de quests para se livrar da influência do Lich King e se juntar aos exércitos da Horda ou da Aliança. O mesmo conceito será aplicado às áreas iniciais dos Goblins e Worgens — as novas raças da expansão, mais detalhes abaixo — de forma a explicar como eles se inserem no contexto do jogo de forma muito mais imersiva do que a vista com Draeneis e Blood Elves.

Esta reformulação do conteúdo do WoW Classic — nome geralmente dado à parte do jogo que existia antes das expansões — vai ainda além das zonas: vários dos antagonistas antigos retornam, como Ragnaros e Nefarian, para mais uma vez tirar o sono dos jogadores que procuram por maneiras de derrotá-los. Além disso, Deadmines e Shadowfang Keep ganharão versões Heroic, para nível 85.

Personagens novos e repensados

A grande novidade é, sem dúvida, a introdução de duas novas raças no game: Goblins para a Horda e Worgens para a Aliança. Estas raças se inserem em um contexto de desespero que toma conta do mundo por conta da intervenção de Deathwing, e elas inevitavelmente são forçadas a buscar aliados para sobreviver.

Os Goblins vêm das ilhas perto do Maelstrom, como náufragos que se instalam nas Lost Isles nas costas de Azshara. Devido a sua natureza, eles logo tentam adaptar a àrea às suas necessidades, dinamitando montanhas e estabalecendo um comércio com os vizinhos. Sem lar, sem lenço e sem documento, devem tentar a vida agora em um continente já bastante disputado.

Já os Worgens são um povo amaldiçoado. Os velhos habitantes de Gilneas, que se fecharam para o mundo atrás da Greymane Wall durante a Segunda Guerra, agora reaparecem completamente modificado: em combate, se parecem com lobisomens. Tentando lutar por sua sobrevivência ao mesmo tempo em que lutam contra a besta interior, eles se juntam aos velhos aliados.

Ao olhar para estas duas raças, podemos observar um conceito interessante. Ambos faziam parte das facções a que se juntaram, no passado. Em Warcraft II, os Goblins pertenciam à Horda e os humanos de Gilneas pertenciam à Aliança. Vale notar, também, que ainda existirão goblins neutros — estes novos são apenas uma facção dentre eles.

Mais conteúdo do que se pode digerir

Além destes aspectos principais que vemos logo ao observar trailers e imagens de Cataclysm, todos os sistemas de jogo estão sendo repensados. Uma quantidade enorme de conteúdo será inserida, já que não existem novas classes para perturbar o equilíbrio do jogo. De acordo com os próprios desenvolvedores, não é só o mundo de Azeroth que será completamente remodelado, mas também a experiência de jogo.

Níveis para guildas; uma nova profissão secundária (Archaeology); consolidação de atributos; novas combinações de classe e raça; battlegrounds com rankings; a possibilidade de voar em Azeroth; nível máximo aumentado para 85; novo esquema de evolução de personagem através de Masteries e Path of the Titans.

Estes são apenas alguns dos sistemas que serão introduzidos ou reformulados. A título de exemplo, a classe Hunter nem mesmo utilizará mana na expansão! Seu sistema de poder será mudado para Focus, o mesmo utilizado por seus “pets”. Warlocks terão seus Soul Shards alterados para funcionar de forma similar às runas de Death Knights, e muito mais!


Para simplificar, basta dizer que o jogo sofrerá a maior alteração que já recebeu. Vários dos pedidos dos fãs serão atendidos e de um modo geral o que se vê é uma busca por consolidação e praticidade dentro do título. Certamente algo que os fãs não devem deixar de conferir, conforme a data estimada se aproxima, no ano que vem.




Vale lembrar também que recentemente a revista EGW anunciou que a vinda do WoW para o Brasil está confirmada. Com isso, podemos começar a especular: antes ou depois do lançamento deste pacote de expansão? Ia certamente ser uma entrada bombástica no país se ambos os eventos coincidissem.



Anúncios Google

WoW Gold - Full Stock www.WoWGold-Eur.com
Direct Selling From EUR Team More stock, Faster than ANYONE!
WoW leveling 70-80 $79.99 www.lelelink.com
Fast, Safe & Reliable 24/7 Service Only $160 from Level 55-80 & Mount

Admin
Admin

Mensagens : 146
Data de inscrição : 19/06/2010

Ver perfil do usuário http://wow2010.forumeiro.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum